TV Câmara

Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Florianópolis terá gestão compartilhada

terça-feira, 27 Abril, 2021 - 15:23

Na manhã desta terça-feira (27) os vereadores Afrânio Boppré (PSOL), Carla Ayres (PT) e Maryanne Mattos (PL) assumiram de forma colegiada a Escola de Gestão e Eficiência Legislativa da Câmara Municipal de Florianópolis. O objetivo da EGEL é capacitar parlamentares, servidores públicos e a população sobre técnicas administrativas e políticas para melhorar a qualificação profissional e incentivar a democracia no Legislativo de Florianópolis.

Essa é a primeira vez que o órgão conta com uma gestão em conjunto na história da Câmara. "Eu tenho certeza absoluta que a Escola Legislativa é um caminho de mais uma abertura com a sociedade, com os segmentos, e hoje muito bem representados por três vereadores. Nós decidimos não nomear um coordenador, mas sim uma comissão para tocar esses trabalhos legislativos, ajudar a mesa diretora a encaminhar esse elo com a sociedade super importante", afirmou o presidente da Casa, vereador Roberto Katumi (PSD).

A vereadora Maryanne Mattos (PL) destacou a amizade cívica, independente de partidos e ideologias, e a decisão do presidente da Casa que decidiu pela gestão compartilhada unindo forças para fortalecer ainda mais a atuação do Legislativo. "Eu estou muito motivada porque eu tenho certeza, pelas ideias apresentadas pelos três vereadores, que através da Escola a gente vai poder mostrar para a população e para a Casa Legislativa que a gente quer a boa política para a nossa cidade, fazendo capacitações, estudos das pautas e dos projetos que serão analisados na Casa. Com certeza quem ganha é a cidade", disse a vereadora.

Já a vereadora Carla Ayres (PT) destacou a importância e o papel do colegiado em fazer gestão agregando diferentes partidos, e consequentemente diferentes ideias. Ainda propôs a promoção de cooperações técnicas com as universidades de Santa Catarina, além de ações em conjunto com a Escola da Alesc Lício Mauro da Silveira. "Eu acho que é importante a gente trazer essa visão técnica para Escola Legislativa para poder qualificar, tanto os quadros internos da Câmara como também a sociedade", disse.

O vereador Afrânio Boppré (PSOL) reiterou o equilíbrio de ideias e decisões com a união de diferentes partidos. "Nós vamos fazer desses três projetos de trabalho uma fusão e uma construção de consenso. Quem vai ganhar é a Câmara de Vereadores e o Município de Florianópolis", finalizou o parlamentar.

Ao fim da reunião, o presidente Roberto Katumi designou o projeto dos Vereadores Mirins da CMF estivesse ligado a Escola do Legislativo proporcionando aos jovens desenvolvimento da consciência política e participativa da sociedade, apostando na educação cidadã.