Text Resize

-A A +A

Tema

Current Theme: Padrão

CÂMARA REALIZA ENTREGA DO PRÊMIO PROFESSOR NOTA 10
4f3f842a-87d0-4f2f-80a3-40ce2ae69f2a

A Câmara de Vereadores nesta terça-feira (23/10), homenageia no Grande Expediente, os ganhadores do “Prêmio Professor Nota 10”, da rede municipal de ensino. Prevista pela Lei nº 8.024/2009, tem como objetivo premiar os professores que mais se destacaram pelo trabalho inovador, criativo e transformador desenvolvidos no ano de 2017.

Segundo o vereador professor Felipe Teixeira (PDT), foram centenas de professores inscritos para a premiação e dezenas de premiados desde então. Cinco projetos foram selecionados para receber o reconhecimento por representantes do Poder Executivo e do Poder Legislativo, entre eles os vereadores Erádio Gonçalves (PR) e Dalmo Menezes (PSD). “Este projeto da Câmara não procura apenas qualificar os trabalhos. Também tem o objetivo de aproximar cada vez mais o professor da Secretaria Municipal de Educação”, destaca.

Representando todos os agraciados da tarde, a educadora Ana Letícia Latik do Núcleo de Educação Infantil Municipal Orlandina Cordeiro, do bairro Saco Grande, faz retrospectiva em sua trajetória como servidora do município de Florianópolis. Caminhada relativamente curta, marcada por muitas lutas e agora pelo reconhecimento. “A premiação traz visibilidade a um serviço público e de qualidade. Este prêmio simboliza o quanto nós professores merecemos reconhecimento pelo papel que desempenhamos e o quanto este é insubstituível”.

Para o Secretário de Educação de Florianópolis, professor Maurício Pereira, os professores são personagens principais do processo de ensino e aprendizagem.   Acrescenta que o desenvolvimento não está apenas dentro dos muros de nossas escolas. Os ensinamentos ultrapassam as salas de aula e barreiras de tempo, mas principalmente barreiras geográficas. “Quem nunca andou pelas ruas de Florianópolis e recebeu um carinho de um ex-aluno dizendo “você marcou a minha vida”.

Durante a solenidade foram homenageadas as seguintes professoras e professor com seus respectivos projetos:

- Ana Letícia Ladik, do Núcleo de Educação Infantil Municipal Orlandina Cordeiro (Neim), do Saco Grande, desenvolvendo o projeto “Com os olhos de criança”. Cada criança do grupo de cinco anos recebeu uma câmera para que fotografassem a rotina diária da unidade educativa. O resultado foi uma exposição fotográfica onde os pequenos puderam prestigiar as próprias criações. O projeto visava a imersão como sujeitos ativos e participantes do processo educativo através da fotografia.

- Ana Maria Nascimento Destri, do  Neim Nagib Jabor com o projeto “Ressignificando o Dia da Rodinha – massinha crítica em formação”. A proposta da professora foi ressignificar o Dia da Rodinha, realizado quando as crianças brincavam com bicicleta, patinetes e skates. Os pequenos foram levados para o trânsito da Avenida Ivo Silveira, nos arredores do núcleo de educação, no Dia Mundial Sem Carro. Manifestaram-se com cartazes, apitos, música e os gritos de paz “mais amor, menos motor” e “mais bicicletas, menos carros”. O objetivo foi sensibilizar os motoristas sobre o uso consciente do carro.

- Janete Elenice Jorge, do Núcleo EJA Sul I, da Costeira do Pirajubaé, com a “Campanha para Sonhar”. Cada estudante produziu um cartaz contendo seus sonhos após assistirem o curta-metragem “Severinas”. Depois foram fotografados e exibidos em campanha na página do facebook da instituição. A turma de alfabetização foi estimulada a pensar seus desejos e sonhos na atualidade.

- Julisse Oker Savi da Silva da Escola Básica Municipal João Gonçalves Pinheiro, no Rio Tavares, desenvolveu com os estudantes do quinto ano o projeto “Sistema solar”. Os estudantes começaram montando o Sol, utilizando folhas de revistas, cartolinas e cola. A partir dele, desenvolveram cálculos para descobrir os diâmetros, raios e circunferências que precisa para construir os planetas. Depois, os planetas foram confeccionados utilizando objetos redondos que os estudantes levaram para a sala de aula.

- Bruno Simões Friestino, da Escola Básica Municipal Intendente Aricomedes da Silva, na Cachoeira do Bom Jesus,  criou o “Projeto Fanzine”. Fanzines são pequenas revistas confeccionadas artesanalmente e de forma independente e autoral, com baixo custo e de fácil reprodução.

Os estudantes produziram as revistas, ligando os assuntos escolhidos à disciplina de geografia, de forma a conhecer o mundo, suas diferentes culturas, além dos impactos e problemas que a humanidade provoca no planeta. Foram mobilizados diversos recursos, com diferentes materiais como recorte, colagem, desenho e escrita.

O projeto também teve participação efetiva das professoras da educação especial, em sistema de trabalho colaborativo para poder contemplar a diversidade dos estudantes.

 

 

Notícias Relacionadas