TV Câmara

Vereadora Maria da Graça chama atenção para a lei que proíbe o uso de animais como brindes

Com a proximidade da Páscoa a compra de coelhinhos vivos se intensifica por serem eles o símbolo que representa a renovação da vida, que no hemisfério Norte coincide com a chegada da primavera e a saída destes animais das tocas onde se abrigaram durante o inverno gelado. Para o Cristianismo, é um momento de renovação pessoal. Portanto nada melhor do que respeitar a vida dos animais como parte da obra do Criador e não tratá-los como objetos. 

O destino destes animais comprados de forma impulsiva, sem conhecimento das necessidades específicas da sua espécie, via de regra, é trágico: o abandono. Este é um dos motivos que levou a Vereadora Maria da Graça a aprovar, em 2015, a Lei Complementar N° 540/2015, que proíbe a distribuição de animais vivos como brindes em eventos no município de Florianópolis. “Nenhum ser vivo deve ser tratado como brinquedo ou objeto descartável como acontece com coelhinhos, pintinhos ou peixinhos", afirma a vereadora.

 

*A produção das Notícias dos Gabinetes é de responsabilidade do mandato de cada parlamentar. A Comunicação da Câmara Municipal de Florianópolis não responde pelo conteúdo das mesmas. Cada matéria é assinada pelo vereador autor e é de sua inteira responsabilidade